quarta-feira, 24 de junho de 2009

Folheando espaços ao redor

Esse é o título de um artigo que publiquei no ano passado: Folheando espaços ao redor:
Experiência, tatilidade, espaço e tempo em livros de artista.

Quem tiver interesse, pode acessá-lo aqui em formato PDF.

Olha o resumo:
Esse artigo é um estudo perceptivo das dimensões espaço-temporais experienciadas em livros de artista específicos, e integra uma pesquisa que tem como fim ampliar as possibilidades da forma livro como lugar para as poéticas artísticas contemporâneas.

Palavras-chave: livro de artista, espaço, tempo, experiência.

Fernando Weber, Coisas de carregar comigo, da série “Ar”, 2007.
Desenhos de
dimensões variáveis, dispostos em caixa transparente de 3x4,5cm.
Acervo Márcia Sousa.


Um comentário:

Luis Filipe Gomes e Silvia Cunha Pedro disse...

Estive relendo o teu trabalho já que a primeira leitura tinha sido um tanto diagonal. Pareceu-me muito sério, muito sólido.
Agradou-me sinceramente essa relação espaço tempo. Lembrei-me do David Hockney. Ele tem procurado no trabalho que vem desenvolvendo essa integração do tempo. Nas colagens fotográficas que ele faz. Nas pinturas em que os pontos de vista se multiplicam como nos rolos de pintura chinesa.
Lembrei-me que aí estará uma das razões para a necessidade que muitos artistas sentem em utilizar o vídeo. A premência de prender a atenção do espectador/fruidor cada vez mais ocupado e saturado de imagens é também a luta por essa dimensão tempo.
Continuarei noutra altura.
Luís