quinta-feira, 11 de junho de 2009

Anna Bella Geiger

Anna Bella Geiger, O pão nosso de cada dia, 1978.

Um comentário:

Luis Filipe Gomes e Silvia Cunha Pedro disse...

Gostei desse pão. Até porque ando ruminando temáticas como a exploração do trabalho escravo contemporâneo (nomeadamente o trabalho infantil que hoje tem o seu dia mundial de denúncia), o conceito de fronteira, e a ligação com a mobilidade populacional devido á escassez, à guerra, etc. etc. Não sei se regorgitarei alguma coisa decente em termos artísticos. Logo se verá.
Mudando de assunto, estava começando a ficar preocupado com a demora na ausência de notícias. Depois pensei que seria aceitável os trabalhos académicos são sempre assim, não têm fim.
Por cá saiu um livro do Eduardo Salavisa Sobre livros e cadernos de autor. Eu publiquei fotos no Blog quando na Feira do Livro fui pedir autógrafo.
Ontem andei apreçando moleskines e a cotação actual é 12,40€, refiro-me aos que são para desenho e aguarela.
E basta que o comentário vai longo. Beijos,e tudo de bom para ti,
Luís